segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Uma Vida com Propósitos: Devocional

Olá Leitores,


Hoje venho falar de uma leitura que tenho feito no meu tempo de devocional, é o livro "Uma Vida com Propósitos: Devocional". Ele reúne vários versículos de várias versões. Isso é muito legal, traz um entendimento mais amplo por estar em várias linguagens diferentes. E consigo traz também algumas mensagens breves intercalando os versículos. É separado em dias e em propósitos.

Esse livro veio a mim não por escolha pessoal, mas como uma tarefa. No começo estava indo tudo ok, e assim fui aprendendo os versículos e entendendo, confesso que desanimei algumas vezes mas depois continuei a leitura. E até que chegou em um capitulo em que quase todos os versículos (pois são muitos, comparado com outros livros de devocionais) falaram comigo. Se revelaram muito claros para mim. Foi no momento em que fala sobre a nossa identidade que me chamou mais atenção, falava muito sobre a nossa forma de ser.

Somos feitos com a "forma" (imagine uma de pão, ou de um bolo) a maneira de Deus.

Nota: Caso você o compre, você encontra essa mensagem na página (236 - 250) ou se você preferir uma leitura mais completa leia algumas páginas antes, a partir da 228).

Lá fala que Deus nos fez com nossa FORMA: Formação espiritual, Opções do coração, Recursos pessoais, Modo de ser, Área de experiência. E dentro disso temos nossa forma física e nossa forma espiritual. Na espiritual, nos deu dons e habilidades de forma que possamos exercer para seu louvor. E também para que possamos ajudar aos outros, seja sendo edificados pelos nossos dons ou ajudados com nossas habilidades.
Na física Deus nos deu um jeito de ser e que ninguém mais tem, nos deu nosso corpo (olhe para os traços de sua mão, isso é único), e nos formou para usarmos nossos dons e habilidades. Por exemplo: Se Deus te deu o dom da dança, você certamente tem o corpo ideal para que cada membro de seu corpo possa se movimentar de forma diferenciada.


Isso me fez pensar sabe. Deus me formou exatamente para o que tem dentro de mim converse com o que há fora de mim. E os dois unidos devem ser usados para sua glória.

"Visto que nos descobrimos moldados nessas partes excelentemente formadas e maravilhosamente funcionais do corpo de Cristo, passemos adiante e sejamos o que fomos feitos para ser." Romanos 12.5; Msg


Seja como você for, você foi formado para ser exatamente como você é!

Se alegre com isso, Deus te fez para ser assim mesmo. E não se compare com alguém, você é quem por escolha de Deus. E ele te conhece desde antes de sua descendência nascer.



Beijos e até mais!













sábado, 21 de janeiro de 2017

Canal para aprender inglês: Cintya Sabino

Olá leitores,


Hoje trouxe uma dica de canal do Youtube. É um que te auxilia no aprendizado do inglês com dicas incríveis! É o canal da Cintya Sabino.
Quando conheci o canal foi por um vídeo do intercâmbio que ela faz para os EUA, que foi por fim tema de vários vlogs do canal.

O legal disso tudo é que como ela fez intercâmbio, sabe muitas coisas que não são ensinadas nas salas de aula mas que são usadas ou não no cotidiano de um americano.

Os temas são bem relevantes para quem pratica e gosta de inglês. Eu sou apaixonada por essa língua e é muito bom aprender mais sobre ela, sendo assim gosto quando encontro um conteúdo que seja simples e direto.

Nesse vídeo, recente, ela fala sobre 6 Palavras que Americanos Não Costumam Usar. Olha só!




Essa é minha dica de hoje para vocês. Estudem e se aprimorem, que um dia nos vemos nos EUA! rs





terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Um 2016 diferente, preciso te contar..


Esse texto pode parecer desconexo e sem muitos rodeios. Bem direto aliás e também indireto em alguns momentos. Pode conter erros ortográficos? É pode sim, porque sabe aquele momento que você vai escrevendo na medida que as lembranças vem? Pois é. Esse texto é, principalmente, sincero. Nesse ano que se passou, muito aconteceu. Me vi feliz, sorridente, triste, cansada, frustrada, estressada, novamente feliz, sorridente e dependente. É, dependente. De Deus. Ele me mostrou seu cuidado, amor e compreensão várias vezes em que passei por momentos difíceis. Ele me sustentando e eu aqui pedindo forças e renovo. Essa coisa entregar as situações pra Deus nunca é fácil, e quando fazemos e deixamos que ele aja por nós nos sentimos aliviadas, porém dependentes. E isso me trouxe uma lição muito grande. Te conto o porque. Eu sempre fui muito independente, aprendi a ser assim diante de várias situações em que eu precisava agir dessa forma. Então dá pra imaginar quão difícil foi largar as preocupações (ou tentar pelo menos) e me ver numa situação nada confortável pra mim que é ser dependente. Como diz aquela música "Sei que depender é como viver perigosamente, mas, eu preciso acreditar e confiar no que você me diz" se resume o que senti. Apesar de me sentir incapaz de deixar Deus no controle total das situações, em vários momentos era o que eu pedia. "Tome o controle desta situação Senhor, e me mostre sua paz ao entregar essa situação a Ti." E ele, respondendo a minhas orações, me mostrou seu cuidado. E me fez aprender que mesmo quando eu estava fragilizada, ele continuava tendo controle. E isso foi o máximo! As pessoas mais próximas a mim puderam ouvir de vários testemunhos meus ao longo do ano, mas senti de vir aqui e falar para vocês também o quão cuidadoso o nosso Senhor é. E que quando entregamos o controle a ele (mesmo sendo difícil), ele nos mostra seu amor e poder.


Me vi obrigada a dar uma pausa nos meus planos por conta de uma perda que acarretou um problema de saúde e então tive que pausar meu ministério e no meio de tudo isso me formei na faculdade, o contraste de alegria e tristeza.
Confesso que foram tantos os problemas que me vi muito fragilizada e desacreditada de quais eram os planos de Deus para nós, seus filhos amados. O tempo foi passando e após algum tempo o Senhor foi me restaurando, me renovando.

Algumas vezes precisei de sua cura como várias vezes que me vi doente e ele me deu. E algumas precisei de sua cura em questões de saúde ele não deu. O porquê? Só ele sabe. E eu prefiro que seja assim, porque dessa forma eu vivo a vontade dele. E sendo sim ou não ele estava e está aqui me sustentando sempre.
E aguardo suas bênçãos e curas quando ele achar melhor. E tendo fé que ele tem me ajudado sempre. Uma vez ouvi que a cura é um processo, já o milagre acontece na hora. Então, não desanime. Deus (realmente) tem sua benção guardada, mas você precisa esperar este processo terminar. Eu estou esperando o meu, e creio que vai chegar. Vamos buscar ter uma vida abundante com o Senhor, e não uma vida pela metade cheia de problemas não resolvidos, doenças e coisas que nos impeçam de viver plenamente. Por mais que demore, vamos buscar do Senhor viver abundantemente a vida que ele tem para nós. Pois as vezes esquecemos a grandeza dele, e dos planos que ele tem para nós.
Se anime! Deus tem muito a fazer na sua vida e na minha.
2016, também foi o ano que me aproximei de Deus de uma forma diferente, começando a conhecer ele de verdade, mesmo já o tendo a bastante tempo ao meu lado. Um tempo de conhecimento, leitura da palavra, dedicação a louvá-lo de uma forma que eu tente agradá-lo para que ele se alegre com minha vida.

Então agradeço, demais. Obrigada Jesus lindão! Deus é por mim e por você. Te desejo uma vida plena em 2017! Cheio de saúde, sentindo paz, doando e recebendo amor, tendo prosperidade e sendo fiel a Deus.  



segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Minha experiência de compra no site Mais Vaidosa

Ei gente! 

Como estão?

Vim aqui hoje para super indicar um site pra vocês. É o Mais Vaidosa.

Descobri ele a pouco tempo e desde então minhas comprinhas estão saindo muita mais em conta!

Esse site vende produtos de maquiagem em geral, como paletas de sombra, cuidados com a pele, batons, blush, bronzer e muito mais, juntando várias marcas.
O que mais me chamou atenção foi o preço diferenciado, lá várias coisas você pode achar os mesmos produtos de sites concorrentes com o valor muito mais em conta.
No site, eles vendem também a própria linha de maquiagem, que ao meu ver não perde em nada para as outras marcas ainda é mais barato. O que comprei da linha foram os batons (você encontra de até 13 reais, e agora em dezembro estão a 5,90 :o ) que são meus favoritos e são maravilhosos, mas você também pode comprar glitter e outros produtos da linha.

Porém, por serem tão baratinhos o preço mínimo para comprar lá é de R$20,00, mas isso não me desanimou em nada particularmente pois ainda sim o site é muito em conta. Vale a pena!

E quanto as entregas eles tem opção de e-sedex que chega super rápido e no prazo. Os produtos que pedi sempre chegaram direitinho.



quinta-feira, 28 de abril de 2016

Guerra Civil hoje! Saiba tudo!

Guerra Civil

Aêee chegou! Todos comemoraaaaam!

#TEAMCAP ou #TEAMIRON

Trouxe um texto super completo de Bruno Araújo e César Souto, redatores do G1. Tenho certeza que vão gostar! Boa leitura!

                                                                                ___


Capitão América e Homem de Ferro entram em confronto em 'Guerra Civil', 13º filme da Marvel nos cinemas (Foto: Divulgação/Marvel)


Anunciado pouco tempo depois de "Batman vs Superman: A origem da justiça", "Capitão América: Guerra Civil" tinha a difícil missão de não só encenar um confronto de super-heróis da Marvel. Mas também de adaptar para os cinemas uma das histórias em quadrinhos mais bem-sucedidas dos últimos tempos e introduzir ainda mais personagens a um elenco que já é grande e cresce a cada longa.
"Guerra Civil" utiliza tudo que foi construído nos últimos 12 filmes da editora para entregar quase 2h30 de ação e bom humor que não parecem gratuitas ou exageradas.

Ao estrear no Brasil nesta quinta-feira (28), o novo filme de Capitão América, Homem de Ferro e companhia prova que os estúdiosMarvel realmente aprenderam como fazer uma produção do gênero.
Se é o melhor filme da Marvel? Não. "Capitão América 2: O Soldado Invernal" ainda é um pouco melhor, mas ele chega bem perto. "Guerra Civil" tem que mostrar muita gente e explicar toda a treta entre os Vingadores. E apesar de fazer isso bem, é normal que algumas partes não fiquem tão bem desenvolvidas.
O que dá para cravar é que o terceiro "Capitão América" é a produção mais importante da editora até aqui. É como se os últimos 8 anos de filmes de super-heróis tivessem sido produzidos só para que pudéssemos ver esse grande confronto.
O filme é parecido com a HQ?
Caso você não saiba, "Capitão América: Guerra Civil" é inspirado em um grande evento de 2006 da Marvel. O arco de histórias envolveu quase todas as revistas da editora e foi escrito por Mark Millar – um rapaz bastante eficiente que também criou os quadrinhos que deram origem aos filmes "O procurado" (2008), "Kick-Ass" (2010) e "Kingsman - Serviço Secreto" (2014).
O dilema da guerra civil no filme e no gibi é mais ou menos o mesmo: revelar (ou não) a identidade de todos os super-heróis mascarados e os colocar (ou não) sob o controle do governo. Capitão América e Homem de Ferro discordam sobre os termos desse acordo, mas o que motiva esse plano e as reações de cada um dos líderes a ele são muito mais pessoais no cinema.
Capitão América recruta alguns dos Vingadores para lutar ao seu lado em 'Guerra Civil' (Foto: Divulgação/Marvel)Alguns dos Vingadores ficam do lado do Capitão América no filme (Foto: Divulgação/Marvel)
Após mais um incidente envolvendo os Vingadores, a atuação livre e sem supervisão dos super-heróis é colocada em xeque. O filme então recapitula as batalhas de Nova York ("Vingadores"), Washington ("Capitão América 2: O Soldado Invernal") e Sokovia ("Vingadores: Era de Ultron") e bate na tecla de que o grupo até tem boas intenções, mas que o caminho para elas está permeado por morte e destruição.
Nesse sentido, "Capitão América: Guerra Civil" parte de um pano de fundo mundial, e não restrito aos Estados Unidos, como nas HQs. Isso ajuda a dar peso à cadeia de eventos que começou lá atrás, no primeiro "Homem de Ferro" (2008), e ganha a cada filme uma maior noção de causa e consequência que não isenta o time de super-heróis de questionamentos.
A reação do Capitão América contra o acordo também é uma questão muito mais emocional do que moral e histórica, como nos gibis. Os ideais liberais estão ali, mas Steve Rogers fica dividido de verdade por causa de Bucky Barnes, o Soldado Invernal, seu antigo companheiro de guerra que oscila entre o cara gente boa de outrora e a máquina de matar treinada pela Hydra.
Homem de Ferro também forma sua própria equipe em 'Guerra Civil' (Foto: Divulgação/Marvel)Enquanto outros se aliam ao Homem de Ferro (Foto: Divulgação/Marvel)
Já o Homem de Ferro luta pela regulamentação por ainda se sentir culpado pela criação de Ultron, a inteligência artificial responsável pela destruição em Sokovia. No filme, ser um líder político é menos importante para Tony Stark do que manter sua consciência tranquila.
Essa suavização do debate ideológico entre os dois super-heróis (liberalismo x estadismo) também acaba se refletindo nas cenas de combate. Nas HQs, a noção de guerra é muito mais intensa, pois são dezenas de personagens levando o conflito até as últimas consequências em todos os estados dos EUA.
No filme, os super-heróis também saem na mão e empolgam, mas fica aquela sensação de que eles estão dando uma aliviada pra não machucar porque, né, brincadeira de mão nunca dá certo e sempre acaba em choro.
Homem-Aranha aparece pela primeira vez em filmes Marvel no novo trailerl de 'Capitão América 3: Guerra Civil' (Foto: Reprodução/YouTube/Marvel)Estreia do Homem-Aranha no universo de filmes da Marvel é ponto alto de 'Guerra Civil' (Foto: Reprodução/YouTube/Marvel)
E o Homem-Aranha?
O super-herói mais popular dos quadrinhos só aparece por 3 segundos no trailer de "Guerra Civil", mas pode ficar tranquilo que no filme a parada é séria. O jovem Tom Holland, de apenas 19 anos, já é o Homem-Aranha mais espirituoso e bem-humorado dos cinemas, mas sem deixar de lado todo o seu poder e compromisso com aquilo que acredita.
O ator traz uma combinação de inocência e empolgação que é contagiante e torna o jovem Peter Parker muito carismático. É sério, é impossível não se divertir em qualquer uma das cenas do novo Aranha.
Até rola uma sensação de que o cabeça de teia foi encaixado meio que de última hora, já que ele aparece e some da trama sem mais nem menos, mas é porque isso realmente deve ter acontecido. Afinal, Sony e Marvel anunciaram Holland como o novo Homem-Aranha há menos de um ano, muito depois do início da produção. Nada que impeça que seus momentos em cena sejam alguns dos melhores do filme.
Pantera Negra é interpretado por Chadwick Boseman em 'Capitão América: Guerra civil' (Foto: Divulgação/Marvel)Pantera Negra é interpretado por Chadwick Boseman (Foto: Divulgação/Marvel)
















Pantera Negra?
O príncipe do reino de Wakanda, local que já foi citado em outros filmes do universo Marvel, é o oposto do "amigão da vizinhança". Obscuro, vingativo e até meio egoísta, o Pantera Negra tem um objetivo muito claro ao se junto ao time de Stark.
O ator Chadwick Boseman prova que foi a escolha correta para o papel ao reproduzir muito bem a nobreza e determinação necessária para viver T'Challa e sustentar o filme solo do herói, previsto para 2018.
Isso sem contar o traje do Pantera Negra, uma das recriações mais vibrantes nos cinemas de super-heróis dos quadrinhos.
'Capitão América 3' ou 'Vingadores 2.5'?
O nome do Capitão América está lá, mas "Guerra Civil" reúne quase todos os Vingadores que apareceram em "Era de Ultron". E se for para compararmos os dois "battle royales" de superhumanos, o novo filme tem mais fôlego por apresentar uma crise muito maior.
Afinal, os dois grandes super-hérois da Marvel realmente quebram o pau em "Guerra Civil". Eles entram em combate direto e brutal várias vezes, ao ponto de rolar uma vontade de entrar no meio e falar "gente, já deu, vamos conversar, isso não leva a nada". Mas a guerra não é só deles. Todos os outros personagens também têm chance de testar suas habilidades e provar que sabem brigar.
Com um elenco formado por 12 heróis e mais dois vilões dos quadrinhos, ficaria fácil dizer que se trata de um novo capítulo dos "Vingadores". Mas a trama parte da relação conflituosa entre Steve Rogers e Bucky Barnes, construída com sucesso nos outros filmes do capitão, como fio condutor para envolver toda a trupe de super-heróis. Então dá para entender que ela aprofunde esse e outros relacionamentos do supersoldado.
Mesmo assim, "Capitão América: Guerra Civil" consegue mudar de uma vez por todas as relações entre grande parte do personagens da editora. Alianças são forjadas e amizades são desfeitas. E por isso, a sensação é de renovação para a terceira fase de filmes da Marvel, que prevê no mínimo mais 8 produções.

___

Créditos a Bruno Araújo e César Souto do site G1.com

terça-feira, 26 de abril de 2016

Dica de Série: The Blacklist

Olá, leitores! Como estão? Estou aqui hoje para indicar uma série para vocês que estou simplesmente amando! SÉRIO.

Apesar de sempre estar com a grade atrasada, estou sempre buscando alguma série nova, e quando acho uma aí é certeza que vou querer falar para o mundo que é a melhor série que já existiu rsrs. Se você se sente assim também, é seriador com certeza rs. Não sei se você já ouviu falar, mas se é viciado em series igual eu com certeza já ouviu pelo menos alguém comentando aqui ou ali.  É The Blacklist! 



Sinopse: É uma serie de suspense que conta a história do criminoso mais procurado do mundo de repente, se entrega e se oferece para delatar aqueles com quem já trabalhou, inclusive um terrorista que todos achavam estar morto.
Mas tem um pequeno detalhe: ele só fará isso, se trabalhar com uma agente novata do FBI, alguém com quem aparentemente ele não tem nenhuma ligação.
Primeiro, quero te mostrar o trailer! Olha só!

Para que você entenda quem é quem, vou te mostrar os personagens. Olha! 

O roteiro é construído com base de um caso criminoso a cada capítulo e vai se contextualizando com a história de cada personagem principalmente Liz e Redington.  E Tom é o ex-marido (e amor, crush, ship, afins da Liz rsrs) Eu particularmente torço demais pelos dois, porém o caracter do Tom é muitoo duvidoso! 
A série já está em sua 3 temporada, e para quem não sabe a primeira temporada foi ao ar na Globo e por isso acabou alcançando novos fans nesses últimos tempos. 
Quer baixar? Esse é o link para baixar via Torrent.  >> http://www.seriesintorrent.com/the-blacklist-1a-e-2a-temporadas-legendadas/
Quer ver online? http://www.filmesonlinegratis.net/assistir-the-blacklist-todas-as-temporadas-dublado-legendado-online.html
Espero que goste! Me conta aqui nos comentários, ok? E até a próxima dica! 
Fonte: Sinopse: Minha Serie (adaptado)



segunda-feira, 25 de abril de 2016

Qual tom de blush é o ideal para meu rosto? E como usar?

O blush é algo essencial para uma boa maquiagem, pois é ele que vai dar aquela cor as maçãs do seu rosto e te deixar com um aspecto mais saudável. Porém a verdade é que nem sempre na hora de comprar sabemos ao certo qual cor é ideal para o nosso estilo de rosto, mas aqui você vai ter várias dicas rápidas e super simples que vão fazer a diferença na sua próxima maquiagem. Inspirada nas dicas do maquiador Maurício Nazário ao site do GNT, trouxe esses esquemas super práticos para vocês!

*Clique nas imagens para visualizar maior.





E ele ainda deu mais algumas dicas:

"- Se você não está fazendo nenhum trabalho conceitual, só carregue no blush à noite – em festas, por exemplo. Evite o tom forte durante dia. O princípio básico da maquiagem é "olho tudo, boca nada; boca tudo, olho nada". A mesma coisa vale para o blush. Só uma referência deve chamar atenção no rosto: ou a pele, ou a boca ou os olhos.

- Depois de aplicar o blush, com o pincel ainda sujo, tonalize o rosto passando um pouquinho no nariz, no queixo, nas têmporas e na testa. Tome muito cuidado pra não criar mais cor.

- A maquiagem ideal é aquela que faz você se sentir bem. Assuma seu estilo, use o que gosta. Algumas técnicas podem ajudar, mas nada impede que uma pessoa de pele amarelada use um blush pêssego ou alaranjado, por exemplo. Se a pessoa se sente bem, deve usar!"


Agora, é arrasar em sua próxima maquiagem! :*

Beijos, e até o próximo post!


Fonte: Texto adaptado do site GNT, Guia de Blush. Artes: Fernanda Colodetti.